segunda-feira, 18 de maio de 2009

e ai, gatinha?

ÊÊ, quanto tempo! é, tô me sentindo a mais omissa de todas, mas eu n vou fazer aquelas promessas de político que vou vir mais aqui, que é mentira, mas vou tentar, de verdade.
Eu só venho aqui pra falar mal dos homens, né? Antes de qualquer coisa, quero deixar bem claro que existem homens que eu boto fé. Aqueles fofinhos que chegam pra mim e me falam o quanto a namorada deles é perfeita e o quanto ela completa eles. Mas são poucos, raros. :x
Não quer dizer que eu não goste de homens cachorros, porque como o fê mesmo falou, metade dos meus ficas/amigos se enquadram nessa categoria. (que percentual hein? x.x)
Uma vez me disseram que eu tô procurando homem no canto errado. Mas eu definitivamente não tô mais procurando homem e o assunto não sou eu.

Eu tenho uma amiga apaixonada por um cachorro (e quem não tem, né?). Eu odeio ele por isso, porque ser cachorro tudo bem, mas tá enganando uma amiga minha, é problema meu!
Então vamos reconhecer um cachorro.

Ele te chama de amor na primeira vez que vocês ficam.
Ele fica com outra na tua frente e depois diz que n significou nada pra ele, que ele quer mesmo é você.
Ele some durante a semana e te liga sexta à noite (quando o esquema numero um deu um bolo nele) te chamando pra sair.
Pessoas te ligam no meio da noite pra dizer que ele tá queixando alguma pirangueira conhecida.
Ele procura ser romântico de um jeito impessoal quando vocês estão juntos, e principalmente, quando vocês estão a sós. (É, na frente dos outros ele dificilmente vai ser romântico, a menos que ele seja aqueles cara-de-pau-mor. Nesse estágio os amigos dele estão rindo da sua cara por dentro.)
Raramente ele vai atender o telefone perto de você e NUNCA ele vai deixar o celular em cima da mesa enquanto vai ao banheiro, só se, além de cachorro, ele for BURRO.
Com certeza ele beija bem, com certeza você fica com problemas nas pernas quando fica com ele (problema de querer abri-las.). Essas coisas você aprende na prática e prática é algo que ele deve ter em excesso na reação.
Ele vai tentar passar a mão em você na primeira oportunidade que ngm tiver vendo. Menos aqueles ridículos bêbados que tentam mesmo no meio de uma multidão.
Ele n vai deixar você se livrar dele fácil. Não, não mesmo. Normalmente você se apaixona quando fica muito tempo, porque ele fala coisas lindas, beija bem e te deixa com vontade de fazer coisinhas e quando você se dá conta da realidade e quer cair fora antes que o barco afunde, ele diz o quanto ele precisa de você. (é mentira dele!)
Você não vai conhecer a família dele, e se conhecer, vai ser tipo assim:
'ah mãe, essa é a fulana, minha amiga.' - Se ele tiver peito pra dizer a palavra amiga, porque tem uns que te reduzem a 'essa é a fulana.' pronto, você n é nada, só alguém que tá lá por acaso no carro dele enquanto ele precisou urgentemente ir em casa.
Ele não vai bater fotos só com você, desista. E se bater, ou vai ser num grupo de amigos, ou no máximo abraçados de um jeito que vcs não pareçam um casal.
Ele não faz coisas espontâneas, pode ter certeza que tudo foi muito bem calculado pra você se apaixonar.
Até um dia que ele resolve sumir, não manda mais mensagem, nem scrap, nem depoimento e vai ficar off no seu msn um bom tempo.

Esse é o jogo dele, e eu espero que você não deixe ele ditar as regras.


.. 4 meses depois, pisca teu msn: 'amoor, tu tá muito sumida! vamo combinar um cinema qualquer dia?'

GAME OVER.


beijo nos cotovelos!

Um comentário:

Fernando disse...

Prefiro nao comentar por motivos obvios..

PS:Te pego la fora amanda..

easeuasehase